FIEP Brasil

Notícias

Traduzir   Contraste   A+

Dança do Ventre

(Publicado em 3 de outubro de 2011)

A dança do ventre é definida por um bailado individual, por uma mulher,através de movimentos voluptuosos que imitam gestos e movimentos da natureza como, balançar dos galhos das árvores, asas de um pássaro voando, andar do camelo.

Considerada uma das mais antigas e belas das artes pelo ser humano por ser percebida no corpo como uma forma de movimentos instintivos que fluem de dentro para fora, propiciando uma comunicação encantadora e natural através de suas indumentárias e sequências rítmicas aos olhos de quem assiste.

Na antiguidade as civilizações utilizavam a dança em todas as fases importantes de suas vidas: oferendas de sacrifícios, rituais mágicos, festas relacionadas a nascimentos, em funerais, enfermidades, eventos culturais, e até movimentos de guerra. A dança era respeitada pela casta sacerdotal, a qual dava valor e guardava estreitos vínculos com a música; Utilizavam instrumentos de percussão para organizar e reforçar os movimentos que envolviam a dança, estes instrumentos foram indispensáveis desde às origens da dança e continuam sendo até os dias de hoje. O canto, conectado com a melodia, também, foi e é considerado um estudo unido diretamente a dança, (Mohamed Shokry)

A dança se realizava no vale do rio Nilo, representada com muita alegria pelas dançarinas, que exalavam a vida, dançavam em ação de graças, e durante a primavera, muitas, realizavam algumas danças ao ar livre em campo aberto, sem roupas, cobertas somente com pequenas capas, geralmente durante as cerimônias religiosas.

Na Índia, entre 15 e 20 mil anos atrás, as mulheres detinham conhecimentos que deveriam passar para todos os parendizes das tribos. Para proteger estes conhecimentos dos invasores, elas os transformavam em dança , e assim podiam fazer rituais e contar histórias sem que fossem percebidas.

Segundo, Shocry Mohamed, a dança do ventre surgiu no Norte da África do Oriente Médio,considerada dança clássica do mundo árabe, o processo evolutivo, varia de um país para outro, recebendo influências acerca da cultura de cada nação.

Para aprendizagem e desenvolvimento exige uma certa predisposição espiritual, em primeiro lugar pela música, o sentido, o significado, e entendimento do propósito dos movimentos, ressaltando a importância de um grande estudo para o domínio da arte.

Um grande abraço.