Federação Internacional de Educação Física - FIEP

Delegacia Nacional da FIEP no Brasil

Notícias

Traduzir   Contraste   A+

Dicas de Manutenção de Ventiladores - Parte I

(Publicado em 2 de janeiro de 2012)

Os ventiladores

Existem vários tipos de ventiladores e exaustores.

O modelo e o tamanho corretos devem ser selecionados para que atendam às necessidades e mantenham baixos os custos.
Observe também nossas dicas sobre instalação, operação e manutenção.

Na maioria das vezes o que se procura é um ventilador. Contudo em ambientes onde existe alguma fonte importante de vapor de água, fuligem ou gordura, é conveniente instalar um exaustor, para que a ventilação tome o caminho bem definido e garanta a boa qulidade do ar.

Os ventiladores de teto permitem inversão de rotação. Isto significa que nos dias quentes ele resfria (soprando) o ambiente e nos dias frios suga o vento frio para cima misturando com o ar quente.

Recentemente foi introduzido no comércio o exaustor da academia toda. É um grande exaustor que se instala na parte mais alta das academias. Ele gera uma circulação de ar vertical: o ar quente que sobe é expelido, enquanto o ar fresco se infiltra pelas aberturas espalhadas por todo o ambiente. O porte destes aparelhos está diretamente associado à vazão de ar produzida. No caso dos ventiladores de teto, deve-se assegurar que o ventilador esteja corretamente fixado.

Observe a tendência natural de ventilação de sua academia e instale os ventiladores de parede para complementá-la ou acentuá-la. Para posicionar o exaustor, lembre-se que o ar quente, mesmo contendo mais vapor, sobe. O mais importante é que a boca do exaustor seja colocada próximo à fonte de poluição.

Os cuidados para se obter maior eficiência são a limpeza periódica das grades e a substituição das malhas de filtragem, que podem estar saturadas de gordura.

Por segurança, ventiladores devem estar sempre longe do alcance de crianças. Assim, os ventiladores de teto são mais seguros. Instale a chave de liga-desliga junto ao interruptor de luz do ambiente, de modo que se lembre facilmente de ligá-lo ao entrar e desligá-lo ao sair.

Alimentação elétrica

Certifique-se de obter da rede elétrica uma freqüência com mínima oscilação possível e uma tensão que não ultrapasse o limites de + 10%. Para o sistema de arranque recomenda-se no mínimo uma proteção contra o curto circuito e sobrecarga, através de fusíveis e relês térmicos adequados.

Atente-se no caso para as normas fixadas pelas companhias de fornecimento de energia, bem como as
recomendações dos fabricantes a respeito dos equipamentos a utilizar. Uma proteção adicional por meio de um relê contra falta de fase e sobtensão seria também desejável.

Tipos de ventiladores

• Ventiladores de Coluna
• Circuladores de Ar fixados na parede
• Teto orbital giro
• Ventiladores de teto com inversão de rotação (exaustor e ventilador)
• Climatizadores : Reduz a temperatura
• Reduz a poeira
• Aumenta a umidade do ar, beneficiando a respiração
• Elimina odores
• Emissão zero de gases poluentes
• Custo zero de instalação
• Baixo consumo de energia

Comercial

São mais resistentes que os residenciais, devido a sua utilização ser mais constante e com uma vazão média entre 100 à 300 m³/minuto. Normalmente são fabricados em plástico.

Fixo

São mais indicados para ambientes médios e grandes que necessita de uma ventilação mais profunda, uniforme e localizada, com um ótimo alcance linear.

Por não possuir peças móveis como no modelo oscilante, tem um baixo custo de manutenção e uma durabilidade bem maior.

Banda de Ventilação: Estreita com um alcance longo.

Oscilante

São indicados para ambientes médios e pequenos, onde a ventilação é mais necessária nas imediações do ventilador com uma ótima ventilação lateral em detrimento ao seu alcance.
Banda de ventilação: Larga com alcance médio à pequeno.

Fatores relevantes

A escolha de um ventilador tem muito haver com o seu volume de deslocamento de Ar, porque quanto maior for a sua capacidade, maior a sua área de ventilação.
Portanto a escolha de um ventilador não deve se restringir ao diâmetro da hélice e sim, também ao seu volume de deslocamento de Ar em m³/min.

Qual a diferença entre um circulador e um ventilador?

Na hora de comprar um ventilador ou circulador de ar, sempre surge a dúvida da verdadeira utilidade de cada um.
O ventilador concentra o vento numa única direção, enquanto que o circulador distribui o vento no ambiente. Nos ventiladores o vento é mais concentrado e direcionado. Já nos circuladores, o vento é espraiado, visando, como o próprio nome diz, circular o ar.

Antes de qualquer operação de manutenção ou limpeza, desligue o ventilador da corrente elétrica.

Como devo fazer para limpar meu ventilador?

Utilize um pano úmido com água detergente neutro para limpar as partes plásticas.
Se houver muita poeira utilizar um aspirador de pó para facilitar a remoção no compartimento do motor.
Para proteção das partes plásticas utilize silicone em aerossol e em seguida passe uma flanela seca.

Manutenção Preventiva de Ventilador de Pé, afixado na Parede ou Orbital

– Semestralmente, coloque uma soma de óleo desingripante aerossol na parte móvel do sistema giratório do ventilador.
– Em lugares suscetíveis a poeira ou maresia trimestralmente limpe e coloque um antiferrugem na parte metálica.
– Substitua a graxa na caixa do giratório a cada ano, em lugares com maresia a cada 6 meses. Não coloque graxa em excesso.
– Limpe as partes do ventilador e em seguida passe uma cera automotiva nas peças metálicas e pintadas, nas partes cromadas utilize (limpa cromo).
– Verifique sempre o suporte e os parafusos que sustentam o aparelho.
– Verifique a folga nas partes que se movimentam ex.: eixo do motor, pino do suporte da cabeça do ventilador, braço do oscilante, ante-braço, etc.
– Verifique se alguma parte do sistema giratório está prendendo o movimento.
– Verifique se o eixo do motor está rodando livremente
– Verifique os rolamentos.

O ruído nos mancais deverá ser observado em intervalos regulares de 30 à 60 dias. Um ouvido bem treinado é perfeitamente capaz de distinguir o aparecimento de ruído anômalo, mesmo empregando meios muitos simples (uma chave de fenda, etc.), sem necessidade de recorrer a cornetas acústicas ou estetoscópios comumente encontrados no mercado. Um zumbido uniforme é sinal de que o rolamento está trabalhando em perfeitas condições.

Na segunda parte falarei sobre ventiladores de teto com inversão de rotação (exaustor e ventilador)
Quando na academia precisar de ventilação forçada, o ventilador é um bem necessário, pergunte ao seu consultor quantos deverão ser colocados na sua sala.

Tabela de Defeitos e Procedimentos Ventilador de Pé, Parede e Teto Orbital

DEFEITO PROCEDIMENTO
HÉLICE GIRA LENTAMENTE 1- VERIFICAR SE O PARAFUSO DO BICO DE POLIA ESTÁ APERTADO;2- VERIFICAR SE O CONTROLE DE VELOCIDADE NÃO ESTÁ NO MÍNIMO;3- VERIFICAR SE A LIGAÇÃO ESTÁ CORRETA: MOTOR EM 220V TOMADA 220V, MOTOR EM 110V TOMADA EM 110V.
VENTILADOR FAZENDO BARULHO EXCESSIVO 1- VERIFICAR SE OS PARAFUSOS DA GRADE ESTÃO BEM APERTADOS;2- VERIFICAR SE AS PALETAS DA HÉLICE NÃO ESTÃO RASPANDO NAS GRADES;3- VERIFICAR SE O PARAFUSO DO BICO DE POLIA ESTÁ BEM APERTADO.
VENTILADOR NÃO OSCILA 1- VERIFICAR SE A PORCA BORBOLETA ENCONTRA-SE APERTADA. SE ESTIVER BEM ROSQUEADA O VENTILADOR DEVE OSCILAR, SE ESTIVER DESROSQUEADA O VENTILADOR NÃO DEVE OSCILAR.2-VERIFIQUE SE SOLTOU ALGUM DOS PINOS OU PARAFUSOS QUE SUSTENTA O BRAÇO GIRATÓRIO.3-VERIFIQUE SE O SENFIM DO EIXO, ESTÀ COM O PARAFUSO HALLEM SOLTO.

4-VERIFIQUE SE A COROA SOLTOU DA INTERMEDIÁRIA OU DO PINO.

5-VERIFIQUE SE A COROA ESTÁ COM OS DENTES GASTOS.

6-VERIFIQUE SE TEM ALGUMA PARTE DO SISTEMA DO GIRATÓRIO QUE ESTA PRENDENDO O MOVIMENTO.

VENTILADOR NÃO FUNCIONA 1- VERIFICAR SE O BOTÃO LIGA/DESLIGA ENCONTRA-SE NA POSIÇÃO LIGA;2- VERIFICAR SE A LIGAÇÃO DO VENTILADOR ESTÁ CORRETA;3- VERIFICAR SE EXISTE ENERGIA NA REDE DE FORÇA;

4- PARA O VENTILADOR DE PEDESTAL – VERIFICAR SE O PLUG ESTÁ CONECTADO NA TOMADA E SE O PLASTIPLUG ESTÁ CONECTADO CORRETAMENTE AO MOTOR.

5- VERIFICAR SE O CONTROLE DE VELOCIDADE ESTÁ FUNCIONANDO. PARA FAZER ESTE TESTE, LIGAR O VENTILADOR DIRETO NA REDE, SE ESTE FUNCIONAR NORMALMENTE, EXISTE PROBLEMA NA CAIXA DE VELOCIDADE.

VENTILADOR ESTÁ COM CHEIRO DE QUEIMADO VERIFICAR SE O ESQUEMA DE LIGAÇÃO ESTÁ CORRETO.OBS: DURANTE A PRIMEIRA SEMANA DE FUNCIONAMENTO É NORMAL O CHEIRO DE QUEIMADO DEVIDO AO VERNIZ DO ENROLAMENTO DO MOTOR.
VENTILADOR ESTÁ TREPIDANDO VERIFICAR SE OS PARAFUSOS QUE FIXAM AS PALETAS AO BICO DE POLIA ESTÃO APERTADOS.
VENTILADOR NÃO PARA DE OSCILAR 

 

VERIFICAR SE A PORCA BORBOLETA ESTÁ DESAPERTADA. 

COMPARTILHAR: