FIEP Brasil

FIEP Brasil

Traduzir   Contraste   A+

Projetos > Divulgação de Documentos

Código de Ética da Associação Americana de Recreação Terapêutica

ATRA Declaração de Definição

Recreação Terapêutica é a oferta de serviços de tratamento e a oferta de serviços de recreação a pessoas com enfermidades ou doenças que as incapacitem. Os principais objetivos do tratamento a que nos referimos como Terapia de Recreação são recuperar, remediar ou reabilitar com o intuito de melhorar o funcionamento, e a independência, assim como também reduzir ou eliminar os efeitos de enfermidades ou incapacidade. Os principais objetivos dos serviços de recreação são oferecer recursos e oportunidades de recreação com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar. A Recreação Terapêutica é oferecida por profissionais treinados e qualificados, com registros e/ou licenças para prestar serviços de Recreação Terapêutica.

O Código de Ética da American Therapeutic Recreation Association deve ser usado como um guia para a promoção e manutenção dos mais altos padrões de comportamento ético. O Código se aplica a todos os funcionários envolvidos na atividade de Recreação Terapêutica. O termo “funcionários de Recreação Terapêutica” inclui o Especialista Diplomado em Recreação Terapêutica (Certified Therapeutic Recreation Specialists -CTRS), os assistentes de recreação terapêutica e os alunos de recreação terapêutica. A aceitação de filiação a American Therapeutic Recreation Association compromete o afiliado a cumprir os seguintes princípios:

Princípio 1 Beneficência/ Não-Maleficência

Os funcionários de Recreação Terapêutica devem tratar as pessoas de forma ética não só respeitando suas decisões e as protegendo do mal, mas também fazendo esforços ativos para assegura-lhes o bem-estar. Os funcionários lutam para maximizar os possíveis benefícios e minimizar possíveis males. Este é o princípio guia para o profissional. O termo “pessoas” inclui não somente as pessoas atendidas, mas também os colegas, agências e a profissão.

Princípio 2 Autonomia

Os profissionais de Recreação Terapêutica têm o dever de preservar e proteger o direito que cada pessoa tem de tomar suas próprias decisões. A cada indivídio deve ser oferecida a oportunidade de determinar o seu curso de ação, de acordo com um plano de livre escolha.

Princípio 3 Justiça

Os profissionais de Recreação Terapêutica são responsáveis por garantir que todas as pessoas sejam atendidas de forma justa e que haja igualdade na distribuição dos serviços. Os indivíduos serão atendidos sem nenhuma discriminação de raça, cor, credo, sexo, orientação sexual, idade, deficiência / doença, status social ou financeiro.

Princípio 4 Fidelidade

Os profissionais de Recreação Terapêutica têm obrigação de ser leais, fieis e cumprir os compromissos estabelecidos com as pessoas que atendem, com os colegas, agências e com a profissão.

Princípio 5 Verdade/ Consentimento esclarecido

Os profissionais de Recreação Terapêutica serão sinceros e honestos. Os profissionais de Recreação Terapêutica são responsáveis pela prestação de serviços com informações a respeito do atendimento e do treinamento e credenciais do profissional; a respeito de benefícios, resultados, duração do tratamento, atividades esperados, riscos, limitações. Toda pessoa que é atendida tem o direito de saber o que deve acontecer durante o tratamento e quais os resultados esperados da intervenção do profissional. O consentimento esclarecido é obtido quando as informações são prestadas pelo profissional.

Princípio 6 Sigilo e Privacidade

Os profissionais de Recreação Terapêutica são responsáveis pelo sigilo de informações sobre a pessoa atendida. Toda pessoa atendida tem direito de controlar as informações a respeito de si própria. Quando surgir uma situação que exija a revelação de informações confidenciais a respeito de uma pessoa para a proteção do bem estar de si própria ou o interesse de outros, os profissionais de Recreação Terapêutica tem a responsabilidade / obrigação de informar à pessoa atendida acerca das circunstâncias envolvidas na quebra de sigilo.

Princípio 7 Competência

Os profissionais de Recreação Terapêutica têm a responsabilidade de procurar expandir continuamente a base do conhecimento relacionado à prática da Recreação Terapêutica. O profissional é responsável pela manutenção de um registro de participação em atividades de treinamento. O profissional tem a responsabilidade de contribuir através de atividades tais como pesquisa, disseminação de informações através de publicações e apresentações profissionais e através do envolvimento em organizações profissionais.

Princípio 8 Obediência às Leis & Regulamentos

Os profissionais de Recreação Terapêutica são responsáveis pela obediência a leis federais, estaduais e locais a também às diretrizes da ATRA que orientam a profissão de Recreação Terapêutica.

Março de 1990/Revisão em junho de 2001
Traduzido por Beatriz Caldas – Tradutora FIEP no Brasil

Visite o site oficial da American Therapeutic Recreation Association